Na tarde de 28 de março, sábado, Jack Grealish fez um vídeo nas redes sociais onde apelava a todos para ficarem em casa. O futebolista do Aston Villa juntava-se assim a muitos outros jogadores da Premier League que tem apelado aos britânicos para não saírem de casa, devido ao surto de Covid-19.

Mas, 24 horas depois, Jack Grealish resolveu quebrar as regras e furar a 'quarentena' obrigatória. Resultado: bateu com o seu carro numa série de veículos que estavam estacionados num passeio, numa rua em Birmingham. A polícia foi chamada ao local e terá multado o inglês de 24 anos, que irá enfrentar agora procedimentos disciplinares do clube.

Diz o jornal 'The Sun' que o jogador passou a noite numa festa em casa de Ross McCormack, avançado do Notthingham Forrest e antigo companheiro de equipa de Graelish.

Ciente das suas ações, o médio do Aston Villa pediu desculpas pelo seu comportamento e explicou porque saiu de casa, mesmo depois de pedir a todos que não o fizessem.

"Quero deixar uma mensagem para dizer o quão envergonhado estou com o que aconteceu neste fim de semana. Eu sei que é um momento difícil para todos, ter de estar fechado em casa por tanto tempo. Recebi uma chamada de um amigo a pedir para ir ter com ele e eu estupidamente concordei em fazê-lo. Não quero que ninguém cometa o mesmo erro que eu cometi, por isso, obviamente, peço a todos que fiquem em casa e sigam as regras e as diretrizes do que nos foi pedido para fazer. Espero que possam aceitar as minhas desculpas e que possamos seguir em frente com isto", pediu o médio.

O Aston Villa diz-se desiludido com o comportamento do seu jogador, pelo que irá multa-lo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.