O Wolverhampton voltou a perder na Premier League, ao ser derrotado na receção ao Chelsea por 5-2. No Molineux Stadium, Nuno Espírito Santo, técnico dos 'wolves', escalou Rui Patrício, Rúben Neves, João Moutinho e Diogo Jota no onze inicial, que contou ainda com Raul Jiménez no onze inicial.

A equipa de Frank Lampard marcou primeiro pelo jovem central Fikayo Tomori, num pontapé espetacular de muito longe, com Rui Patrício a 'ficar mal na fotografia'.

Foram minutos frenéticos no Molineux , com o Chelsea a marcar mais dois golos antes do intervalo: aos 34 minutos, o avançado Tammy Abraham aproveitou um ressalto para bater Patrício pela segunda fez; marcou, agora de cabeça aos 41, a centro de Marcos Alonso.

No segundo tempo Tammy Abraham completou o hat-trick 55 minutos, fazendo o 4-0.

Mas o Wolverhampton reduziu num lance confuso, com a Liga Inglesa a dar o golo a Tammy Abraham, que assim fez auto-golo, aos 69. Aos 85 Patrick Cutrone estreou-se a marcar na Premier League e reduziu para 2-4 mas, nos descontos, Mason Mount, outro jovem da equipa de Lampard, fez o 5-2, batendo Rui Patrício mais uma vez.

Os cinco golos da equipa londrina foram apontados por jogadores da formação.

Nos jogos desta tarde, o Manchester United venceu o Leicester de Ricardo Pereira por 1-0, golo de Rashford, de grande penalidade. O Tottenham goleou o Crystal Palace por 4-0, o Southampton venceu no terreno do Sheffield Wednesday por 1-0. Brighton & Hove Albion e Burnley empataram 1-1.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.