Bruno Lage chegou a ter contactos com o Aston Villa, que garantiu a permanência na Premier League na derradeira jornada, mas a pressão que os adeptos têm feito para a continuidade de Dean Smith no comando técnico da equipa terá esfriado o interesse dos 'villains'.

Há cerca de dois meses, Smith viu o seu pai Ron falecer com COVID-19, o que gerou uma onda de solidariedade entre dirigentes e adeptos do Aston Villa, que deve culminar com a continuidade do técnico, segundo avança o jornal Record.

Ron Smith, de 79 anos, era uma figura muito querida no clube. Era 'steward' no Villa Park e um ferrenho adepto dos 'villains', tendo por isso sido alvo de vários tributos nos dias seguintes à sua morte.

O facto de o filho Dean ter conseguido, ainda assim, salvar a equipa da descida de divisão, fez crescer a onda de solidariedade em torno do atual treinador, com os adeptos a exigirem a sua continuidade.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.