O avançado português Diogo Jota foi hoje decisivo para a vitória do Wolverhampton sobre o Watford, por 2-1, com um golo e uma assistência no jogo da 36.ª jornada da Liga inglesa de futebol.

O antigo jogador de Paços de Ferreira e FC Porto esteve na origem do golo de Raúl Jiménez, aos 41 minutos, cruzando para o cabeceamento certeiro do mexicano, que anotou o 13.º tento na prova e tornou-se no melhor marcador dos ‘wolves’ numa edição da ‘Premier League’.

No arranque do segundo tempo, Andre Gray empatou a partida, aos 49 minutos, só que Diogo Jota selou o triunfo do Wolverhampton, aos 77, dando a melhor sequência a um passe ‘teleguiado’ de Rúben Neves, um dos quatro lusos titulares, juntamente com Rui Patrício, João Moutinho e Jota.

A duas rondas do final, a formação orientada por Nuno Espírito Santo, que lançou Iván Cavaleiro nos derradeiros minutos, subiu ao sétimo lugar, com 54 pontos, mais quatro do que o Everton e o Watford.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.