Carlos Tevez queria deixar Manchester em Janeiro e diz não compreender o motivo pelo qual o City não aceitou qualquer das propostas apresentadas pelo seu passe.

«Sou prisioneiro do City. Existiram ofertas do Milan, Inter e PSG, mas o City não aceitou nenhuma delas. Quero jogar futebol, mas estou a ver que vou apenas jogar golfe», afirmou Tevez à revista alemã Kicker.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.