O Watford, que disputa o principal escalão em Inglaterra, anunciou hoje a contratação do futebolista Ismaila Sarr, que alinhava no Rennes, passando o extremo senegalês de 21 anos a ser o jogador mais caro da história do clube.

Sarr, que recentemente ajudou o Senegal a alcançar a final da Taça das Nações Africanas, assinou um contrato válido para as próximas cinco temporadas e vai ser colega de equipa do português Domingos Quina.

O Watford não desvendou os montantes da transferência, mas a impressa britânica avançou que Sarr deverá ser custado cerca de 30 milhões de euros aos cofres dos ‘hornets’.

O antigo recorde pertencia ao avançado André Gray, que em 2017/18 trocou o Burnley pelo Watford por 20 milhões de euros.

Formado no Metz, Sarr passou as duas últimas temporada no Rennes e, em 2018/19, marcou 13 golos em 50 jogos pela formação francesa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.