O Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo, perdeu hoje na visita ao Southampton, em jogo da 34.ª jornada da Liga Inglesa de futebol.

No St. Mary’s Stadium, em Southampton, a vitória foi um ‘balão de oxigénio’ para os da casa, ainda na luta pela fuga aos lugares de descida, quando falta definir a equipa que fará companhia ao Huddersfield (20.º) e ao Fulham (19.º) na despromoção ao ‘Championship’.

O Southampton, que hoje subiu ao 16.º lugar e ficou com mais oito pontos do que o Cardiff (18.º), marcou logo aos dois minutos, com Nathan Redmond a antecipar-se ao central e a desviar ao primeiro poste, sem culpa para Rui Patrício.

Os ‘Wolves’, que além do guarda-redes também alinhou com os portugueses Ruben Neves, João Moutinho e Diogo Jota a titulares, empataram ainda na primeira parte, aos 28, com Boly a marcar, na sequência de um pontapé de canto.

Mas ainda antes do intervalo, Redmond esteve novamente em grande plano, ao desmarcar-se nas costas da defesa do Wolverhampton, para fazer o 2-1, aos 30 minutos. Um resultado que foi avolumado por Shane Long, aos 71.

O avançado do Southampton contou uma vez mais com a passividade da defesa dos ‘Wolves’, incapaz de aliviar num pontapé de canto, com uma série de ressaltos a deixaram a bola nos pés de Long, isolado ao segundo poste, para o 3-1.

Com menos um jogo, o Wolverhampton é oitavo, com 47 pontos, mais um do que Everton, com 46.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.