Afinal o mito de que o vencedor das partidas entre os grandes de Lisboa é a equipa que se encontra pior é falso e só em 31 por cento dos jogos (menos de uma em cada três partidas) o vencedor é a equipa pior classificada.

Tal como D. Sebastião, este "mito" também surgiu, pelo menos uma vez, do nevoeiro, quando o búlgaro Krasimir Balakov abriu caminho à vitória, confirmada por Iordanov, do Sporting sobre o Benfica, por 2-0, no Estádio José de Alvalade, à oitava jornada do campeonato de 1992/93, num jogo em que o búlgaro marcou na primeira jogada da partida.

Antes do jogo, o Benfica, comandado pelo croata Tomislav Ivic, somava nove pontos, mais dois que os "eternos rivais". Uma diferença desfeita numa noite lisboeta, colorida de vermelho, devido às expulsões dos "leões" Filipe e Iordanov e da "águia" Vítor Paneira.

Este "mito" foi, em grande parte, alimentado pela goleada infringida pelo Sporting ao Benfica, em 1986/87, por 7-1, quando os "leões" bateram pela primeira e única vez no campeonato o campeão que, na segunda volta, no Estádio da Luz, desmistificou o "derby" e venceu por 2-1.

Na época de 1967/68, o "mito" foi favorável aos "encarnados", que partiram para o "derby" com um ponto de atraso para o Sporting, mas um golo de Eusébio relegou os "leões" para a segunda posição, definitivamente, e abriu caminho para o título.

Desde 1934/35, o terreno dos "leões" foi palco de 29 "surpresas", 18 vezes obtidas pelos donos da casa, enquanto em solo dos vizinhos o "mito" concretizonu-se 24 vezes, por 13 ocasiões protagonizado pelo Befica. Uma "graça" repetida pelos dois "grandes" duas vezes cada, em campo neutro.

Só em 27,3 por cento dos "derbies" disputados para o campeonato saiu vencedor quem estava "na mó de baixo", uma percentagem que aumenta nos confrontos entre os "rivais" lisboetas para a Taça de Portugal (48,5 por cento).

Na última década, em 25 jogos, apenas em oito ocasiões o pior classificado superou quem estava melhor. Entre os protagonistas destas "surpresas" constam os nomes dos "leões" Liedson e Derlei (2008/09), Sá Pinto e novamente o "levezinho" (2005/06), e das "águias" Reyes e Sidnei (2008/09), Ricardo Rocha e Simão (2006/07), Zahovic e Tiago (2002/03) Van Hooijdonk e João Tomás (2000/01), Sabry (1999/00) e de Miguel Garcia… por ter falhado uma grande penalidade, no desempate dos oitavos-de-final da Taça de Portugal, em 2004/05.

Sporting, oitavo classificado com 14 pontos, e Benfica, que soma 25 como o líder Sporting de Braga, disputam sábado o 151.º "derby" para o campeonato português, no Estádio José de Alvalade, em Lisboa, num encontro marcado para as 21:15.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.