Filme do Jogo

O Sporting venceu ontem em casa do Portimonense por 3-1, na terceira jornada da I Liga portuguesa de futebol, e subiu à liderança, partilhada com o Famalicão, que empatou 1-1 em Guimarães e não conseguiu isolar-se na frente.

Quanto ao onze inicial do Sporting, e em relação à equipa que venceu o SC Braga (2-1), Marcel Keizer operou apenas uma alteração, apostando em Luciano Vietto (estreia a titular) na frente do ataque.

No Algarve, num estádio em que tinham perdido por 4-2 na época transata, os ‘leões’ surgiram pressionantes e aos cinco minutos venciam por 2-0, graças a golos dos brasileiros Raphinha (três minutos) e Luiz Phellype (cinco).

No segundo tempo, Raphinha bisou, aos 65 minutos, já depois de Rômulo ter reduzido de penálti, logo aos nove, e completou uma vitória em que o ‘capitão’ Bruno Fernandes esteve em destaque, ao fazer as três assistências, e em que Vietto se estreou a titular sendo eleito homem do jogo.

Os ‘verdes e brancos’ aproveitaram o resultado do ‘clássico’, em que o FC Porto venceu em casa do Benfica (2-0) no sábado, para ultrapassar os dois rivais, mantendo-se invicto na frente do campeonato, com sete pontos em nove possíveis, mas um do que os portistas e o campeão nacional

Os mesmos pontos tem o recém-promovido Famalicão, que disputou um dérbi minhoto em casa do Vitória de Guimarães, num empate a uma bola que deixa os vitorianos sem derrotas ao fim de oito jogos oficiais na temporada.

Vídeo-Resumo

Momento da partida

Os adeptos leoninos ainda estavam a festejar o primeiro tento, quando a equipa de Keizer aumentou a vantagem aos cinco minutos. Novamente Vietto a abrir para Bruno Fernandes, este colocou atrasado para a entrada de Luzi Phellype que, perante a baliza vazia, só teve de encostar para o 2-0.

A polémica

Aos 10 minutos, Luiz Phellype cai no duelo com Pedro Sá, Carlos Xistra inicialmente assinalou livre, mas depois foi visionar as imagens e decidiu que a falta foi ainda dentro da área e marcou penálti. No entanto, depois de uma segunda consulta ao VAR, percebeu que há, no início da jogada, uma falta de Thierry e reverteu a decisão anterior.

Figura do Jogo

Raphinha: O extremo direito abriu a contagem bem cedo, marcando um grande golo logo aos 2 minutos. É verdade que contou com a ajuda permissível da defesa do Portimonense, mas não deixou de ser um momento de excelência por parte do jogador do leonino. Aos 65'  bisou e mostrou-se sempre muito ativo durante a partida. Vietto foi outro jogador em destaque na equipa verde e branca, tendo participado em alguns momentos decisivos.

As vozes dos protagonistas

Marcel Keizer: “Foi o nosso melhor jogo da época, mas quero mais”

Vietto: "Cada dia que passa, sinto-me melhor"

Hugo Viana pede que o VAR “saiba as regras”

Folha: “Esta entrada em falso não se explica"

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.