A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol repudiou a exibição da tarja dos Super Dragões, durante o FC Porto-Sporting. A claque afeta aos 'dragões' exibiu uma tarja gigante na qual se vê os árbitros equipados à Benfica, assim como o primeiro ministro António Costa e com a legenda: 'Ccampeões nacionais 2018/19'.

"A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) não pode deixar de repudiar a tarja exibida pela principal claque do Futebol Clube do Porto no início da segunda parte do jogo desta tarde que opôs o Futebol Clube do Porto ao Sporting Clube de Portugal. A leviandade com que a culpa do insucesso desportivo é caracterizada e personificada é mais um exemplo da falta de cultura desportiva patente no Futebol em Portugal. Acreditamos que uma instituição como o Futebol Clube do Porto não se pode rever neste triste episódio e que irá apurar responsabilidades junto da sua principal claque de apoio", escreveu a APF, em comunicado.

O FC Porto venceu, este sábado, na receção ao Sporting, por 2-1, no clássico da 34.ª e última jornada da I Liga de futebol, que os ‘leões’ jogaram em inferioridade desde os 20 minutos. Após a expulsão do colombiano Cristián Borja, com vermelho direto, o Sporting chegou à vantagem aos 61 minutos, com um golo do avançado brasileiro Luiz Phellype, mas o FC Porto, que necessitava de vencer e esperar que o Benfica perdesse com o Santa Clara, conseguiu a reviravolta com golos de Danilo, aos 78, e do mexicano Herrera, aos 87.

Com este resultado, o FC Porto, que também ficou reduzido com a expulsão de Corona, aos 89, terminou o campeonato no segundo lugar, com 85 pontos, menos dois do que o Benfica, que reconquistou o título nacional, ao vencer em casa o Santa Clara, por 4-1, enquanto o Sporting finalizou no terceiro posto, com 74.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.