O Benfica entrou no jogo com vontade de decidir o resultado logo nos primeiros minutos, mais pressionante sobre o Vitória de Setúbal e, ao passar do minuto três, um cruzamento de Gaitán para cabeça de Cardozo deu o primeiro. Nas alturas, o Tacuara não teve problemas em bater o guardião Diego, inaugurando o marcador na Luz.

Aos sete minutos o Vitória de Setúbal conseguiu chegar com perigo à baliza de Júlio Césa , mas o guarda-redes do Benfica demonstrou segurança.

Aos 21 minutos grande penalidade contra o Benfica, por falta de Júlio César sobre Sassá. O avançado ficaria isolado e o guardião encarnado acabou expulso.

O lance surge de um erro defensivo entre o Maxi Pereira e o guarda-redes brasileiro não conseguir dominar a bola e acabou por cometer grande penalidade.

A jogar com menos um em campo, o Vitória atreveu-se mais no ataque, subindo mais no terreno de jogo, mas sem criar grande de perigo junto a baliza agora defendida por Roberto.

O Benfica não perdeu o domínio de jogo, mas este tornou-se menos avassalador. Ainda assim, e jogando com menos um, o Benfica aumentou a vantagem à beira do intervalo, graças a mais um cabeceamento certeiro, desta feita de Luisão, que respondeu da melhor maneira a um canto de Aimar. 

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.