Luís Filipe Vieira traçou os objetivos do Benfica para este mês de agosto. O Presidente dos ‘encarnados’ quer faturar com a venda de jogadores 130 milhões de euros. De acordo com o jornal ‘Record’ o clube da Luz tem um lote de jogadores com mercado que, todos juntos, chegam ao valor imposto pelo Presidente.

Apesar da intenção do clube, será muito difícil conseguir chegar à fasquia dos 130 milhões de euros. Para chegar ao objetivo, o Benfica pretende vender Samaris, Talisca, Salvio, Lindelof e Carrillo. A continuidade de todos estes jogadores na Luz está em risco, mas é muito improvável que saiam todos neste defeso.

Para já, Talisca é o que está mais próximo de sair de Portugal. O brasileiro está em negociações avançadas com o Wolverhampton e deverá render 25 milhões de euros aos cofres dos ‘encarnados’.

Em situações mais incertas estão Salvio, Lindelof e Carrillo. Os dois extremos estão numa posição com excesso de opções dentro do plantel de Rui Vitória. Contudo, Salvio só aceita sair para um clube que lute por títulos enquanto que Carrillo é reforço para esta temporada, mas pode sair sem sequer jogar um jogo oficial com a camisola das ‘águias’.

Lindelof e Samaris estão dependentes dos avanços dos clubes interessados. Tanto o grego como o sueco têm mercado internacional, mas ainda não avançaram propostas para contratar o dois jogadores que se mantem como escolhas válidas para Rui Vitória.

Para já, o Benfica contabiliza um saldo de vendas de 60 milhões de euros com as saídas de Renato Sanches para o Bayern de Munique e Nico Gaitán para o Atlético de Madrid. Caso as ambições de Luís Filipe Vieira se confirmem, os ‘encarnados’ podem encaixar 200 milhões de euros com vendas de jogadores neste defeso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.