O Benfica quer aumentar a percentagem de ações da SAD detidas pelo clube e por isso comunicou na passada segunda-feira, à CMVM, o lançamento de uma oferta pública de aquisição (OPA) voluntária e parcial de ações da SAD benfiquista.

A direção de Luís Filipe Vieira pretende aumentar à participação na SAD ressarcindo os acionistas que em 2001 investiram no clube subscrevendo ações do clube por um valor de 1.000 escudos por ação na altura, o equivalente a 4,99 euros, menos um cêntimo do valor que o Benfica se dispõe agora a pagar por ação - cinco euros.

No total, as 'águias' apontam ao desembolso máximo de 32.277.170 euros nesta OPA voluntária a um total de 6.455.434 ações, correspondentes a 28% do total da SAD.

Caso esta OPA voluntária seja concretizada a 100% o clube pode passar a deter 91% da SAD, o equivalente a 21.094.835 ações do total de 23 milhões, em vez dos atuais 63% (14.639.401 ações).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.