O Benfica já reagiu ao alegado processo do FC Porto contra o vice-presidente dos 'encarnados', Varandas Fernandes. Em comunicado, o Benfica afirmou que "caso se confirme o processo ao dr. Varandas Fernandes, informamos que será uma excelente oportunidade para chamar ao processo como testemunhas os dirigentes do FC Porto em prol do cabal esclarecimento de como, em que circunstâncias e de que forma o FCP e o diretor de comunicação do clube tiveram acesso e cometeram o crime de divulgação da correspondência privada roubada ao Benfica".

Em comunicado, o FC Porto afirmou esta tarde que iria processar o vice-presidente do Benfica, Varandas Fernandes, por difamação. Em causa estão as declarações do dirigente das 'águias', na quinta-feira, em conferência de imprensa.

"O FC Porto deu instruções ao departamento de jurídico para proceder judicialmente contra Varandas Fernandes. Em causa estão as declarações falsas e difamatórias do vice-presidente do Benfica, tendo afirmado que o FC Porto pagou e instigou o acesso ilegítimo do sistema informático do Benfica", escrevem os 'dragões'.

"'Alguém acredita que um hacker conhecido por vender informações ia oferecer informação a troco de nada?' e "'Acreditamos que a justiça, obviamente, conseguirá provar a forma e as contrapartidas financeiras que estiveram por trás do modo como o FC Porto obteve informação roubada ao Benfica'" são exemplos de declarações mentirosas e difamatórias", pode ler-se no comunicado.

O processo surge um dia depois do dirigente dos 'encarnados' ter acusado os rivais, FC Porto e Sporting, de estarem por trás do roubo de correspondência eletrónica do Benfica, que mais tarde foi divulgada pelo diretor de comunicação dos 'dragões', Francisco J. Marques, no Porto Canal.

"Foi o diretor de comunicação do FC Porto que exibiu o produto desse roubo. Essa informação roubada foi divulgada em blogs afetos ao Sporting Clube de Portugal com a convivência da antiga direção. Ninguém acredita que o hacker ia divulgar essa informação a troco de nada", disse Varandas Fernandes, esta quinta-feira, em conferência de imprensa no estádio da Luz.

Pouco depois das declarações do vice-presidente do Benfica, Francisco J. Marques reagiu no Twitter. "Claro que lhes custa a acreditar que o FC Porto não tenha pago nada pelos mails. Estás-lhes no sangue, afinal trata-se da única SAD alguma vez acusada de corrupção. Repito as vezes que for preciso, as autoridades sabem como recebi a informação", disse o diretor de comunicação dos 'dragões'.

Já esta sexta-feira, os dois clubes continuaram os ataques. Na conta de Twitter destinada à comunicação social, o Benfica avisou: "aproxima-se a descoberta do circuito do dinheiro e quem pagou ao hacker que roubou o Benfica. Todos sabemos quem exibiu o produto desse roubo em que a célebre reunião do Altis foi a face visível do crime organizado".

Enquanto Francisco J. Marques afirmou que afirmou que "o hacker, seja ele quem for, é que ajudou a destruir os esquemas do crime organizado. Agora choram todos os dias, já estão acusados de corrupção e ainda há tantas investigações em curso... Catedráticos no crime ressabiados por lhe terem descoberto a careca".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.