O Benfica recebe o Gil Vicente na luz para a quinta jornada do campeonato, no próximo sábado. Na antevisão, Bruno Lage abordou a falta de golos de Seferovic e Raúl de Tomas, abordou a questão dos estágios e deixou um nome no ar.

Pode acontecer com Leonel Pontes o que aconteceu consigo (de interino passar a principal)? 

"Eu comecei como treinador do Sub-11... [Risos] É bom recordar de onde vim. Acho que pode acontecer com qualquer pessoa competente. Nesta vida, o mais difícil é ter pessoas competentes a avaliar o nosso trabalho. "

Interesse de outras equipas no técnico

"Na equipa B sim, na equipa A não tive conhecimento de nada."

A falta de golos de Seferovic e Raúl de Tomas

"Acho que depende do ponto de vista, se a equipa não marcasse golos estaríamos preocupados, como a equipa tem feito golos... No último jogo os dois iam marcar e foi autogolo. Temos de olhar para o que a equipa produz, é uma equipa capaz de produzir muitas oportunidades de golo, é para isso que temos de olhar."

Morato, o que acrescenta no médio prazo

"Acho que pode trazer muito, é um jogador que tem de crescer, terá o seu espaço. Jogar na equipa B, treinar na B e na A, por isso é que o pusemos a jogar. É fundamental perceber o que é o nosso trabalho em termos de formação. É tentar proporcionar oportunidades na equipa B, as oportunidades que aparecem dependem deles. Numa perspectiva de mercado, olhamos sempre para a equipa B e só depois para fora."

Plantel suficiente para todas as competições

"Só vamos saber no fim. Essa tem de ser a nossa ambição, ganhar as competições nacionais e fazer uma Champions à imagem do Benfica."

Florentino é hipótese para o jogo? Taarabt veio diferente da seleção de Marrocos?

"Fiorentino não. Taarabt chegou diferente, chegou como capitão da equipa de Marrocos."

Sobre Gabriel

"Alguns de vós, esta semana, informaram que o Gabriel estava a treinar e apto para jogar. Eu não o vi no treino. Quem é que vos informou disso? Eu não o vi no treino."

Interpretação do jogo do treinador do Gil Vicente, Vítor Oliveira

"É a avaliação correta, um treinador com enorme experiência, uma carreira invejável, diz apenas a verdade. É uma equipa poderosa, com olhos na baliza do adversário. Temos de estar na nossa melhor forma."

Estágios

"Cancelamos os estágios, foi com o objetivo de aproximar o Benfica aos clubes da Europa fora. Temos de ir à procura do conforto para os nossos jogadores. Nós entendemos que o repouso feito em casa é muito mais fácil para eles e para nós, as coisas acontecem de forma natural.

Preferimos que se mantenham a descansar em casa, temos várias ferramentas para controlar isso. Todos usam a pulseira para controlo do jogo, damos a oportunidade de estar com a família, a dormir no seu colchão, com a sua almofada. Na concentração antes do jogo, tomamos o pequeno-almoço e temos reuniões para depois jogar à tarde. Em Inglaterra, a equipa só se encontra no próprio dia ao lanche. Fomos à procura do melhor para o jogador. Temos dados que eles descansam melhor em casa. Na pré-época fizemos esse teste. Excepções são nos dias seguintes à seleção, porque tivemos pouco tempo para trabalhar antes do jogo. "

O treinador terminou de forma enigmática, deixando um nome no ar: "Como sou um gajo porreiro, vou lançar um nome: Adam Reach. É assim um jogador como o Chiquinho... Não tem o bigode do André Almeida".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.