O treinador do Rio Ave, Carlos Carvalhal, partilhou hoje a ambição de dobrar os 25 pontos que a equipa conseguiu no final da primeira volta da I Liga portuguesa de futebol.

Durante a antevisão do duelo com o Vitória de Guimarães, marcado para esta segunda-feira, que vai marcar o arranque da segunda volta da prova, o treinador dos vila-condenses considerou que seria "excelente manter a regularidade".

"Fazer mais 25 pontos? Assinava já de cruz. Há sempre o sentimento que podemos fazer melhor, até o Benfica, que lidera o campeonato, acha que podia fazer mais, mas a nossa média de pontuação tem sido boa. Era excelente manter essa regularidade. Mas se acabar com 49, não vou ficar triste, e, se acabar com 51, também não vou andar aos pulos", disse Carlos Carvalhal.

Para esse objetivo, o treinador pretende arrancar a segunda volta com um bom resultado na visita ao reduto do Vitória de Guimarães, apesar de antecipar um jogo "difícil entre duas equipas muito iguais, com os mesmo pontos, que praticam um futebol positivo".

"Não faltam condimentos para que seja um bom jogo de futebol. Jogar em Guimarães é sempre aliciante pelo clima no estádio, que ajuda a impor um ritmo intenso na partida. Na primeira volta, em casa, empatamos em casa, mas queremos sempre fazer melhor", vincou o técnico dos vila-condenses.

Para este desafio na cidade Berço, Carlos Carvalhal já vai poder contar com o reforço Gelson Dala, que chegou esta semana ao Vila do Conde por empréstimo do Sporting, e já vai integra as opções.

"É um jogador muito querido no clube. Já o desejávamos desde o início da época, mas não foi possível. Vem agora acrescentar qualidade. Ele sente-se bem a jogar cá, faz várias posições, e vem com ritmo competitivo. Já esta convocado", partilhou Carlos Carvalhal.

Em sentido inverso, e com várias notícias a dar conta do interesse de clubes estrangeiros em jogadores como Taremi ou Borevkovic, o treinador do Rio Ave disse "não poder garantir que não haja saídas", mas espera "que tal não aconteça".

"Até ao final deste período do mercado não podemos garantir que ninguém sai. Basta vir um clube e bater a cláusula e nada podemos fazer. Mas não pensamos em fazer grandes reajustes. Continuamos à procura de um médio defensivo, mas não contamos ver ninguém sair", disse o Carlos Carvalhal.

Para esta partida frente ao Vitória de Guimarães, o técnico não divulgou a lista de convocados, mas sabe que não pode contar com os lesionados Jambor e Nadjack.

O Rio Ave, sétimo com classificado, com 25 pontos, joga segunda-feira no reduto do Vitória de Guimarães, sexto com os mesmos 25, numa partida que está agendada para as 18:45.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.