Segundo avança esta terça-feira o 'Diário do Minho', o treinador do Rio Ave Carlos Carvalhal foi assaltado e agredido à porta de casa, esta madrugada, depois do encontro na Madeira, no qual os vilacondenses empataram a zeros com o Marítimo.

O referido jornal explica que Carlos Carvalhal foi abordado à porta da sua residência em Maximinos por três indivíduos encapuzados, que o ameaçaram com uma arma branca, com o objetivo de conseguir dinheiro.

O treinador dos vilacondenses terá resistido e acabou mesmo por ser agredido, mas recusou receber assistência hospitalar. A PSP de Braga já terá tomado conta da ocorrência.

*Artigo atualizado

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.