Ricardo Sá Pinto está há pouco mais de três meses no SC Braga - rendeu Abel Ferreira que rumou ao PAOK, da Grécia -, mas já poderá estar de saída do comando técnico dos bracarenses.

Os bons resultados obtidos pela equipa liderada por Sá Pinto na Liga Europa - é a única equipa portuguesa que ainda não foi batida em provas da UEFA nesta temporada - chamaram a atenção dos responsáveis do Al Wahda, que já tinha tentado a sua contratação em maio, aquando da saída do comando do Legia Varsóvia.

De acordo com o jornal O Jogo, o clube dos Emirados Árabes Unidos colocou em cima da mesa um contrato de dois anos e um salário na ordem dos quatro milhões de euros.

A cláusula de rescisão de três milhões de euros é considerada elevada pelos responsáveis do clube árabe, que procuram chegar a um acordo com a SAD arsenalista para libertar o técnico.

No entanto, António Salvador, presidente dos bracarenses, não tem intenções de perder o treinador numa fase crucial da temporada dado que vê em Sá Pinto o homem certo para que o SC Braga continue o sucesso europeu como tem tido nesta época e possa melhorar as prestações da equipa nas provas internas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.