No parecer sobre a queixa apresentada pelo Sporting sobre a alegada agressão de Sérgio Conceição a Renan Ribeiro, a Comissão de Instrutores (CI) da Liga considerou que não existiu agressão do técnico portista ao guarda-redes no último clássico, para o campeonato.

De acordo com o jornal Record, a CI entende que não era claro e inequívoco que o treinador portista tenha agredido o guarda-redes 'leonino', tendo por isso classificado o ato como comportamento incorreto, o que levaria apenas à aplicação de uma multa a Conceição.

Ainda assim, o Conselho de Disciplina da FPF entende que o comportamento e as responsabilidades do treinador portista devem ser averiguadas pela via dos regulamentos, daí ter decidido abrir um processo disciplinar, que, ao que tudo indica, levará à audição de testemunhas.

No mapa de castigos relativos à 34.ª jornada da I Liga, que terminou no domingo com o triunfo do Benfica, é referida a instauração de um processo disciplinar ao técnico portista “com base no auto por infração verificada em flagrante delito elaborado pela Comissão de Instrutores da Liga”.

Sporting e FC Porto defrontam-se novamente este sábado, no Jamor, na final da Taça de Portugal. De referir que um possível recurso dos 'dragões' terá efeito suspensivo e, nesse sentido, Sérgio Conceição poderá estar no banco de suplentes do Estádio Nacional.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.