Declarações de Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, à Sport TV, no final do Portimonense 2-3 FC Porto, da 5.ª jornada da I Liga.

Marcano decisivo: "A equipa foi decisiva, não foi o Marcano. Pelo que fizemos a vitória foi bem mais do que justa. Tivemos muitas ocasiões, podíamos ter fechado quando devíamos ter fechado na segunda parte, mesmo na primeira tivemos oportunidades e podíamos ter concluído melhor. Estava o jogo controlado, acho que o Portimonense não tinha chegado a baliza e de um momento para o outro o jogo muda. Às vezes o treinador está no banco e complica o jogo, eu compliquei. Quem entende de futebol entende o que quero dizer. Às vezes o treinador está para ajudar a equipa e hoje compliquei o jogo".

Irritação com Nakajima: "São conversas nossas".

Lances polémicos na partida: "Não tive oportunidade de rever os lances, vi durante o jogo mas é tudo muito rápido. Prefiro não falar já, se notar que algo foi injusto na conferência digo".

Jogadores que recuperara de lesões: "Hoje o Romário estava tocado, o Zé Luís conseguiu recuperar mas tínhamos quatro jogadores com algumas dificuldades, optámos por arriscar porque sabíamos da importância e dificuldade do jogo".

Jogo com o Young Boys na 5.ª feira: "Ao contrário do que muitos bitaitaram, hoje viu-se a dificuldade que tivemos, com o Portimonense muito forte a dificultar. Só que defrontou um FC Porto muito forte. Nós sabíamos que este não era um jogo para fazer gestão, como nenhum é. Tínhamos jogadores com algumas dificuldades, mas sabíamos da importância de ganhar hoje aqui e arriscámos".

O FC Porto igualou, este domingo, o Benfica no segundo lugar da I Liga portuguesa de futebol e reaproximou-se do líder Famalicão, ao vencer por 3-2 no estádio do Portimonense, em jogo da quinta jornada da prova.

Um golo de Marcano aos 90+8 minutos ‘salvou’ o vice-campeão nacional, que esbanjou uma vantagem de dois golos, materializada por Alex Telles (25 minutos, de grande penalidade, antes de ser expulso, aos 90+2) e Zé Luís (45), mas permitiu que os algarvios igualassem no espaço de três minutos, com tentos de Dener (74) e Koki Anzai (77).

O FC Porto passou a totalizar 12 pontos, os mesmos do Benfica, que no sábado venceu por 2-0 na receção ao Gil Vicente, ambos a um ponto de distância do Famalicão, enquanto o Portimonense, que ainda não venceu em casa, é 14.º classificado, com quatro pontos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.