Tarantini, jogador do Rio Ave, da I Liga portuguesa de futebol, considerou hoje que devido à pandemia da covid-19 “as coisas nunca mais vão ser as mesmas, sobretudo nas relações entre as pessoas”.

“As coisas nunca mais vão ser as mesmas, sobretudo nas relações entre as pessoas, porque o vírus não vai desaparecer completamente. Espero que a sociedade saiba lidar com a situação", disse o experiente jogador.

Tarantini desabafou que todas estas contingências provocadas pela covid-19 "parecem um filme", mas alertou que se trata "da vida real e todos têm de aprender a viver e lidar com este vírus", embora mostrando esperança que "a situação vai melhorar".

"Espero que em breve nos encontremos no estádio do Rio Ave a festejar as nossas vitórias, que a época acabe. Mas, por enquanto, temos de preservar a nossa saúde, ficarmos resguardados, e seguir as recomendações das autoridades", rematou o médio.

Portugal tem 14 mortes associadas ao vírus da covid-19 confirmadas, mais duas do que no sábado, e 1.600 pessoas infetadas, segundo o boletim de hoje da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Estão confirmadas cinco mortes na região Norte, quatro na região Centro, quatro na região de Lisboa e Vale do Tejo e uma no Algarve, revela o boletim epidemiológico divulgado hoje, com dados referentes até às 24:00 de sábado.

De acordo com os dados da DGS, há mais 320 casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, que provoca a doença covid-19, do que no sábado.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.