A equipa de arbitragem escolhida para dirigir, esta segunda-feira, dia 29, o encontro entre Benfica e Marítimo, a partir das 18h00, no Estádio da Madeira, liderada pelo árbitro internacional Jorge Sousa, vai sofrer uma alteração forçada.

Um dos árbitros assistentes do 'juiz' da Associação de Futebol do Porto acusou positivo à COVID-19 nos testes obrigatórios realizados 48 horas antes dos encontros e não vai, dessa forma, poder seguir viagem e estar no encontro, forçado a cumprir os protocolos ditados para esta retoma da I Liga portuguesa.

Em comunicado, o Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol informou que Ricardo Santos, árbitro assistente da equipa liderada por Jorge Sousa, testou positivo à Covid-19. Segundo o organismo, este "encontra-se bem e cumprirá agora as recomendações da Direção Geral da Saúde para estes casos."

Desta forma, o Conselho de Arbitragem comunica que, "como medida de precaução, decidiu fazer avançar a equipa de reserva para o jogo", pelo que será agora Hélder Malheiro o árbitro a apitar a partida desta segunda-feira, auxiliado por Pedro Felisberto e Hugo Ribeiro, que serão os seus assistentes.

O mesmo organismo lembra ainda, no comunicado, que todos os elementos dos conjuntos de arbitragem e respetivo staff vêm sendo testados regularmente à COVID-19, conforme acordado com a DGS. "Os agentes de arbitragem, como o staff de apoio, estão a ser submetidos ao protocolo de testes definido pela Direção Geral da Saúde e têm acompanhamento clínico permanente da Unidade de Saúde e Performance da FPF", pode ler-se.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.