O Marítimo fez hoje uma atualização sobre as medidas de prevenção tomadas contra a propagação da pandemia Covid-19, com destaque para a segurança dos funcionários e a disponibilização das infraestruturas para casos de isolamento.

“É importante reforçar que o Marítimo, enquanto entidade com responsabilidades desportivas, educativas, sociais e culturais, definiu e implementou um rigoroso plano de prevenção e emergência, de acordo com todas as recomendações definidas pelas autoridades e entidades oficiais”, referiu o clube madeirense, em comunicado no seu sítio oficial, uma semana após ter anunciado cinco medidas preventivas.

As infraestruturas ‘verde rubras’ foram higienizadas e desinfetadas, nas quais estão ainda ativas apenas os “serviços mínimos indispensáveis”, com o exemplo da cantina, no complexo desportivo, para os atletas que vivem no lar do clube, e foi reforçada a disponibilização dos espaços.

“As medidas foram aplicadas no Complexo e Estádio do Marítimo, que estão ao serviço da região no combate a este terrível adversário, e onde, de resto, existem duas salas preparadas, desde a primeira instância, para receber situações de isolamento”, é destacado no comunicado.

O Marítimo revela ainda que os funcionários tiveram uma “formação intensiva” relacionada com medidas de segurança, como “regras de higiene e distância de segurança aconselhada”, e que colocou “parte do pessoal” a realizar teletrabalho, tendo comprado computadores portáteis e reforçado a rede.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 265 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 11.100 morreram.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 1.020, mais 235 do que na quinta-feira e o número de mortos no país subiu para seis.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.