O Sindicato dos Jornalistas (SJ) solicitou hoje à Liga Portuguesa de Futebol Profissional esclarecimentos sobre o acesso dos profissionais da comunicação social aos jogos da I Liga, que tem estado suspensa devido à pandemia de covid-19.

"Perante a necessidade de restringir o acesso aos estádios quando o campeonato se reiniciar, em 04 de junho, a Liga [de clubes] comunicou, através da diretora-executiva, que está a analisar o modelo a adotar, nomeadamente no que à comunicação social diz respeito", refere o comunicado divulgado pelo SJ.

Mesmo perante a crise sanitária, o sindicato diz ser "imperioso assegurar a liberdade de imprensa e o direito à informação", sendo que, "no quadro das restrições impostas" para o recomeço da I Liga face à pandemia de covid-19, defende que "os jornalistas devem manter a liberdade de circulação" nos estádios, "com responsabilidade cívica e mediante a apresentação da carteira profissional."

O SJ pede "igualdade de tratamento, nomeadamente de acesso à informação por parte dos vários órgãos jornalísticos, independentemente do meio a que respeitam", mostrando-se igualmente "disponível para contribuir para o plano que está a ser desenhado" pela Liga de clubes.

A I Liga portuguesa, que foi interrompida em 12 de março, devido à pandemia de covid-19, vai ser retomada em 04 de junho, com todos os jogos à porta fechada e sob fortes medidas de segurança sanitária nos estádios que vão acolher os encontros das últimas 10 jornadas.

Faltam disputar 90 jogos do principal escalão do futebol nacional, o único que não foi cancelado devido ao novo coronavírus, assim como a final da Taça de Portugal, que vai opor Benfica e FC Porto.

Após 24 jornadas, os 'dragões' lideram a competição, com 60 pontos, mais um do que o campeão Benfica.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas - Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

Os campeonatos de futebol de França, Países Baixos, Bélgica e Escócia foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede em Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 04 de junho, depois de a Liga alemã ter sido retomada no sábado.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 318 mil mortos e infetou mais de 4,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 1,7 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.247 pessoas das 29.432 confirmadas como infetadas, e há 6.431 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.