Um sócio do Sporting lançou a petição pública "Bruno de Carvalho fora do Sporting Clube de Portugal" onde pede que Bruno de Carvalho abandone a presidência do Sporting.

O texto que já conta com mais de mil e duzentas assinaturas começa por enaltecer o trabalho realizado por Bruno de Carvalho enquanto presidente do Sporting, salientando-se a recuperação financeira e a construção do pavilhão João Rocha.

"Bruno de Carvalho representa a recuperação financeira e desportiva do Sporting Clube de Portugal. Representa o regressar de muitos adeptos ao Estádio, o recuperar de uma esperança no sucesso do passado. Representa as maiores vendas da história do Clube, representa a potencializarão e afirmação das modalidades Sporting, com o seu pico máximo a ser a construção do Pavilhão João Rocha tão por nós aguardado desde a demolição da Nave. São factos contra os quais nada há a obstar e que só merecem o nosso aplauso e agradecimento", pode ler-se no texto da petição.

Contudo, o autor  da petição prossegue o texto com críticas a Bruno de Carvalho, acusando o presidente leonino de incitamento ao ódio.

"No entanto, Bruno de Carvalho representa também o que de mais rasteiro existe em Portugal, representa o Populismo, o "vale tudo para ganhar", o constante ataque e incitação de ódio ao rival, o querer mostrar que é diferente dos anteriores Presidentes ao máximo, nem que com isso tenha de falar primeiro com o coração e depois com a cabeça. Representa a constante desordem, a constante instabilidade, a constante guerrilha, a constante demonstração de incapacidade para gerir uma instituição centenária como é o Sporting Clube de Portugal", continua a petição.

"Por isto, e por não aguentar mais ver o meu clube a caminhar para níveis tão baixos de credibilização, apelo que o presidente Bruno de Carvalho abandone o meu clube o mais rapidamente possível", termina o autor da petição.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.