Benfica venceu hoje na Luz o Boavista por 3-1, num encontro da 30.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol em que foi comandado pela primeira vez por Nélson Veríssimo, sucessor provisório de Bruno Lage.

Confira as declarações de Daniel Ramos na conferência de imprensa.

O jogo: "Tivemos uma entrada muito boa, a pressionar alto, tendo o domínio do jogo nos primeiros minutos. Foi pena ter acontecido aquele primeiro golo sem que o Benfica tivesse feito por o merecer. E esse golo mudou um pouco as coisas. Acusámos esse golo, perdemos confiança, começámos a cometer mais erros - uns forçados, outros por culpa própria - e fomos penalizados por isso".

Segunda parte: "O 3-0 em cima do intervalo fez com que a equipa sentisse que o jogo estava quase perdido. Disse-lhes que íamos para o campo para vencer a segunda parte e conseguimos, por isso dei os parabéns aos jogadores, por terem mantido a sua identidade e não terem fugido aos nossos princípios de jogo. Assumo a responsabilidade dos erros, que fazem parte do crescimento da equipa, mas tentámos e é assim que as equipas crescem, frente a adversários mais fortes".

O primeiro golo: "Os erros acontecem. Só me preocupei em perguntar-lhe [ao guarda-redes Helton Leite] se estava bem. Nem sei se até não foi falta, mas não interessa. Helton Leite é um grande guarda-redes, um grande profissional e merece tudo de bom.".

Os golos: "Os golos, naturalmente, dão confiança a quem os marcam e retiram a quem os sofrem."

Mudança de treinador no adversário: "Não notei grandes diferenças no Benfica. Tem grandes jogadores e manteve as mesmas dinâmicas. Se calhar, esta noite mostrou mais eficácia e fez menos erros".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.