O treinador do Belenenses mostrou-se hoje consciente dos "riscos" que as equipas correm nas visitas ao FC Porto, mas afirmou querer "fazer algo diferente" no sábado, na partida da 11.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

"Espero um FC Porto forte, com muita confiança. E muito forte em casa e vê-se pelos resultados que tem conseguido. Os resultados menos desnivelados foram dois 3-0. É uma equipa com muita contundência em tudo o que faz em casa. Tem 24 golos marcados em casa e isso diz muito”, afirmou Domingos Paciência, em conferência de imprensa.

O técnico da formação de Belém fazia a antevisão do encontro de sábado, no qual o Belenenses vai enfrentar "a equipa mais forte do campeonato", que só vai beneficiar de três dias de descanso, após ter batido o Leipzig (3-1), na Liga dos Campeões, na quarta-feira.

"Também tenho experiência de jogar na Liga dos Campeões e logo de seguida no campeonato, e tento passar essa experiência aos meus jogadores. Sei perfeitamente como se pensa", transmitiu.

De resto, o técnico foi perentório na análise ao adversário: "É uma equipa que está bem focada no objetivo de ganhar o campeonato. Neste momento, é a equipa mais forte do campeonato, não menosprezando Benfica e Sporting. Sabemos que corremos riscos, como todas as equipas que por lá passaram. Temos consciência disso, portanto resta-nos fazer uma coisa diferente”.

Apesar das ausências nos ‘dragões', como Danilo, castigado, e Marega, lesionado, Domingos salientou a qualidade das alternativas, as quais "encaixariam em qualquer equipa da I Liga", e vincou a vontade de "contrariar o favoritismo" do líder do campeonato.

"Vamos procurar jogar, chegar próximo da área e tentar fazer golo. Os jogadores, por si só, já estão motivados para um jogo destes. Nestes casos, o papel do treinador resume-se mais a fazer com que haja mais concentração e menos erros. Eles sabem quem tem maior responsabilidade. Resta-nos procurar fazer um bom jogo e criar algumas dificuldades ao Porto", referiu.

O técnico do Belenenses revelou ainda satisfação pelo regresso a uma casa que conhece bem e onde foi ídolo e goleador, sobretudo na década de 90.

"Já lá fui várias vezes como treinador de outras equipas e agora vou com o Belenenses. Fico satisfeito por voltar a uma casa que conheço e rever pessoas que me ajudaram a crescer", admitiu.

Belenenses, sexto classificado, com 16 pontos, e FC Porto, líder, com 28, jogam no sábado, a partir das 20:30, no Estádio do Dragão, no Porto, numa partida que será dirigida pelo árbitro Fábio Veríssimo, da Associação de Futebol de Leiria.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.