Hoje, data limite para a oficialização das candidaturas, apenas Emílio Macedo da Silva e Manuel Pinto Brasil entregaram na sede do clube as assinaturas e respectivas listas para os órgãos sociais do clube que vão colocar a sufrágio.

Macedo da Silva destacou o “sentido de responsabilidade e a paixão pelo Vitória de Guimarães” como as razões que o levaram a recandidatar-se e considerou que, “com alguns erros pelo meio”, fez “um trabalho exemplar neste mandato”.

Já Manuel Pinto Brasil explicou que o seu projecto “assenta em três vectores, o futebol, a gestão e o património, tudo gerido de uma forma muito profissional, porque o Vitória de Guimarães tem que estar nos três grandes de Portugal e na Europa”.

O actual presidente da mesa da Assembleia Geral, Pedro Xavier, que manifestou vontade em avançar com uma candidatura, disse ao princípio da tarde que não conseguiu reunir os apoios financeiros necessários para esse efeito.

Também o antigo presidente do clube Pimenta Machado declarou hoje a sua indisponibilidade, tendo invocado problemas familiares.
As eleições do Vitória de Guimarães realizam-se a 20 de Março.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.