O mercado de transferências de Inverno abriu no início de janeiro e começou por ser o Benfica a 'agitar as águas' a nível interno, antes de, do outro lado da 2.ª circular, ter terminado a 'novela' em torno de Bruno Fernandes que se estendeu por várias semanas. Já o FC Porto tem estado calmo, enquanto mais para baixo na tabela também houve algumas mexidas nos plantéis.

Weigl a chegar e De Tomás a partir na Luz

Logo no segundo dia do ano, os 'encarnados' confirmavam oficialmente a chegada de Julian Weigl, que há algumas semanas vinha já sendo falado como possível reforço. Pelo médio internacional alemão, os atuais campeões nacionais pagaram 20 milhões de euros ao Dortmund. O jogador de 24 anos assinou até 30 de junho de 2024 e 'pegou de estaca' na equipa de Bruno Lage, onde já leva quatro partidas disputadas, sempre como titular.

Weigl não fugiu ao Benfica, mas houve quem o tentasse desviar
Weigl não fugiu ao Benfica, mas houve quem o tentasse desviar
Ver artigo

No sentido inverso, Raúl de Tomás, que tinha sido contratado por valor idêntico no verão, deixou o Estádio da Luz em definitivo para rumar ao Espanyol de Barcelona, que pagou os mesmos 20 milhões de euros, com mais dois milhões dependentes de objetivos a serem alcançados pelo jogador. O atacante espanhol marcou três golos nos quase seis meses que esteve no Benfica, mas já igualou esse registo desde que regressou ao seu país natal. Outro reforço de verão que também saiu logo no inverno, sem convencer, foi Caio Lucas, que regressou aos Emirados Árabes Unidos.

Na Luz houve ainda mais mexidas confirmadas - com a confirmação das contratações de Yony González e Elias Pereyra, que ainda não se estrearam e poderão ser emprestados, e as saídas de Gedson, por empréstimo, para o Tottenham, e de Fejsa para Espanha - esta ainda por confirmar oficialmente.

'Novelas' Bruno Fernandes e Sporar dominaram atenções em Alvalade

Se o Benfica agitou os primeiros dias do mercado de inverno, o rival Sporting tem agitado os últimos. A precisarem de reforços para o ataque, os 'leões' desde cedo mostraram interesse em Andraz Sporar, que brilhou na fase de grupos da Liga Europa pelo Sloban Bratislava, e acabaram mesmo por confirmar a contratação do ponta-de-lança esloveno, por seis milhões de euros. O jogador assinou por cinco épocas e já se estreou, na passada segunda-feira, diante do Marítimo.

Uma estreia 'acelerada' pela lesão grave de Luiz Phyllipe, que poderá levar o Sporting a contratar ainda mais outro avançado. Fala-se do interesse em Mehdi Taremi, do Rio Ave, e até ao final de sexta-feira pode haver novidades.

Sporar já está em Lisboa: "Sporting é um grande clube"
Sporar já está em Lisboa: "Sporting é um grande clube"
Ver artigo

Se Sporar entrou, Bruno Fernandes já partiu. Naquela que terá sido a principal novela desta janela de transferências, Sporting e Manchester United chegaram finalmente a acordo, depois de prolongadas negociações e muitas propostas e contra-propostas, para a transferência do médio internacional português, que concretizará assim o sonho de jogar em Inglaterra. Um sonho que já tinha ficado perto de concretizar no verão mas que ficou, então, adiado. Pelo seu atual capitão, os 'leões' vão receber 55 milhões de euros de imediato, podendo a transferência ascender a 80 milhões de euros, mediante o cumprimento de determinados objetivos.

Ainda no Sporting, Acuña foi alvo de forte interesse por parte de clubes italianos ao longo do mês mas, pelo menos até ao momento, o Sporting resistiu sempre e não abriu mão do argentino.

FC Porto discreto

Bem mais calmo do que os rivais lisboetas esteve neste mercado de transferências, até agora, o FC Porto. Confirmado, nos 'dragões', está apenas o empréstimo do jovem médio Bruno Costa ao Portimonense, e a nível de entradas não se vislumbram grandes novidades até ao fecho das inscrições, pelo menos a julgar pelas escassas notícias que têm surgido a esse nível.

Quanto a saídas, Zé Luís - reforço de verão que começou muito bem mas que foi perdendo fulgor com o passar dos meses - chegou a ser apontado ao Tottenham, mas para já permanece no plantel 'azul e branco', o mesmo sucedendo com Renzo Saravia, outra contratação de verão que tarda em afirmar-se.

Famalicão reforça-se à procura do 'sonho europeu', Braga segura 'pérolas'

Mais abaixo na tabela, o Famalicão, 'equipa sensação' da primeira volta da I Liga, trouxe vários reforços de forma a segurar o lugar europeu que para já ocupa Os atuais quartos classificados apresentaram até à data quatro caras novas: Ibrahim Cissé e Racine Coly (ambos ex-Nice), Ivo Pinto (ex-Dinamo Zagreb) e Del Campo (ex-Atlético de Madrid).

O Sp.Braga, por seu lado, estará prestes a confirmar a chegada do avançado Abel Ruiz, do Barcelona, que chegou a estar nas contas do Sporting, e a nível de saídas aproveitou para arrumar a casa com a saída de jogadores menos utilizados, como Claudemir e Hassan.

Trincão é alvo do Benfica para a próxima época
Trincão é alvo do Benfica para a próxima época
Ver artigo

A realizarem uma grande temporada, Francisco Trincão e Ricardo Horta também despertaram o interesse de vários clubes, mas António Salvador não cede e os dois seguem no clube minhoto.

Ainda no Minho, o Vitória de Guimarães assegurou o concurso do defesa-central inglês Easah Suliman, mas pode ver sair aquela que tem sido uma das suas figuras nesta época, o também defesa Edmond Tapsoba. O central 'goleador' de 20 anos do Burquina Faso já apontou oito golos em 2019/20 e está a despertar o interesse de alguns clubes europeus de maior dimensão, com destaque para o Bayer Leverkusen.

No Rio Ave merece destaque o regresso de Gelson Dala, novamente cedido pelo Sporting, enquanto o Marítimo já apresentou três contratações, entre elas um avançado que também é um regresso: Joel Tagueu.

 Reforços para fugir à descida de divisão

Entre os clubes que lutam pela manutenção, o destaque vai para as muitas mexidas no Porimonense e Paços de Ferreira.

A turma algarvia, atual penúltima classificada, já fez chegar, para além do já referido Bruno Costa, quatro outros jogadores, com destaque para a vindas do experiente Ricardo Vaz Tê e do japonês Takuma Nishimura, que vem do CSKA de Moscovo. Quanto à formação da 'capital do móvel', reforçou-se quatro jogadores, três deles nomes bem conhecidos do futebol português que se encontravam no estrangeiro: Marcelo (ex-Chigaco Fire, que chegou a passar pelo Sporting), Stephen Eustáquio (que estava no Cruz Azul, do México), e João Amaral (avançado luso que pertencia ao Lech Poznan e que chegou a pertencer ao Benfica).

Já o Desportivo das Aves, último classificado, também garantiu três reforços, esperançado em ir ainda a tempo de fugir à descida de escalão, depois de uma primeira volta para esquecer: dois defesas - Jonathan Batu (ex-Mouscron) e Oumar Diakhité (ex-Sepsi OSK) - e um avançado - Marius (emprestado pelo FC Porto).

*artigo atualizado às 17h40.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.