Depois de Francisco J. Marques e Iker Casillas, agora foi a vez da newsletter do FC Porto reagir à vitória do Benfica no Bonfim, conseguida com uma grande penalidade transformada por Jiménez nos descontos.

A arbitragem de Luís Godinho foi muito contestada pelos 'dragões', que viram o rival ganhar nesta 29.ª ronda e chegar ao clássico do próximo fim-de-semana na liderança.

"Eles ainda não foram presos. E porque eles ainda não foram presos, Setúbal ontem pareceu Mogadíscio (capital da Somália). E porque eles ainda não foram presos, a verdade desportiva da Liga portuguesa continua a ser uma miragem. E porque eles ainda não foram presos, o FC Porto terá de entrar hoje em campo com o brio de sempre, com o orgulho de sempre, com a força de sempre, e sobretudo com o sentimento de revolta de quem sabe que é melhor e de quem tem a certeza de que terá de continuar a lutar contra tudo e contra todos por um título que, em qualquer país menos em Portugal e na Somália, já seria seu por direito há muito tempo", pode ler-se na newsletter 'Dragões Diário'.

Já no sábado tinha sido Iker Casillas e Francisco J. Marques a deixar indiretas sobre o jogo. O guarda-redes espanhol mostrou duas imagens nas redes sociais, uma com o lance de Salvio, ontem, no Bonfim, que deu o penálti da vitória do Benfica, e outro, uma grande penalidade reclamada pelo FC Porto sobre Danilo aos 91 minutos, frente ao Aves, na primeira volta.

O diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, falou em "palhaçada de sempre".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.