O FC Porto ter-se-á antecipado na contratação de Éder Militão, depois de ter acesso a relatórios do Benfica que apontavam o defesa-central como um possível reforço, escreve o Correio da Manhã, que cita informação exclusiva a que a CMTV teve acesso.

De acordo com a mesma fonte, o clube da Luz tinha o internacional brasileiro na lista de potenciais reforços antes do FC Porto avançar para a contratação.

Ainda de acordo com o generalista, estes documentos foram referidos na sentença do caso dos emails e foram entregues pelo FC Porto ao tribunal cível que condenou os portistas ao pagamento de dois milhões de euros.

Recorde-se que o mesmo jornal avançou no passado fim de semana que a já referida sentença dava conta de que os portistas haviam acedido a vários informações confidenciais dos ‘encarnados’, como sessões de treino e relatórios sobre assiduidade e desenvolvimento físico dos jogadores.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.