Conceição prometeu, Conceição cumpriu. O FC Porto apresentou a melhor equipa para levar de vencida o Portimonense por 3-0, em encontro da 29.ª jornada da I Liga. Os golos foram apontados por Brahimi, no seu regresso a titularidade, por Marega, que não fazia o 'gosto ao pé' na I Liga desde dezembro de 2018, e por Herrera. O FC Porto é assim o único 'grande' a vencer em Portimão, onde Benfica (0-2) e Sporting (2-4) perderam.

Com esta vitória, os campeões nacionais voltam a estar isolados na liderança com 72 pontos, mais três que o Benfica que só joga este domingo. Uma boa vitória para esquecer a derrota da terça-feira passada frente ao Liverpool, adversário que os 'dragões' voltam a defrontar na quarta-feira em casa, onde vão tentar inverter o 0-2 da primeira-mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões.

Veja as melhores imagens da partida

Num jogo de muitos reencontros (Jackson Martinez contra a sua anterior equipa, Manafá também contra os que eram, até janeiro, seus colegas de equipa), destaque para o forte apoio que o FC Porto teve em Portimão, num estádio cheio, com quase seis mil pessoas. Foi um jogo de duas equipas com os olhos postos na baliza, com vários lances de perigo nas duas balizas. António Folha, mesmo não tendo o 'maestro' Paulinho (castigado), manteve-se fiel aos seus princípios, numa equipa que tem sempre a baliza adversária na mira.

Foi numa das subidas em bloco dos de Portimão que o FC Porto vai marcar, em contra-ataque, aos 14 minutos. Corona lançou Marega após recuperação de bola de Manafá, o maliano correu para a área e centrou atrasado para Brahimi, no regresso a titularidade, rematar de primeira para golo. No minuto anterior, os 'dragões' tinham pedido penálti num remate de Marega que bateu em Lucas Fernandes.

Resposta imediata dos algarvios, com Casillas a negar o golo a Lucas Fernandes, em duas ocasiões: num live direto, aos 17, e a sair aos pés do médio aos 18, quando este ia se isolar. No minuto 20 é Soares a estar perto de marcar, ... na baliza errada, ao desviar um canto para o poste direito da baliza de Casillas.

Era em lances de contra-ataque que o FC Porto criava mais perigo, principalmente quando ganhava a bola perto da sua área. Sempre à procura do golo, o Portimonense deixava a sua defesa sem cobertura, com os 'dragões' a terem muito espaço e tempo para atacar. Só que os homens de Conceição estavam a definir quase sempre mal no último passe.

O segundo tempo começou com uma grande perdida de Marega que, isolado frente a Ricardo Ferreira, rematou para grande defesa do guardião algarvio, aos 50 minutos. O minuto 54 vai ser de preocupação para Sérgio Conceição, com Manafá e Corona a pedirem substituição. O lateral recuperou e continuou, o extremo deu o seu lugar a Otávio. Depois entrou Fernando Andrade no posto de Soares, numa tentativa de Conceição de explorar ainda mais as costas da defensiva de Portimão. Mais tarde foi Bruno Costa a ocupar o posto de Brahimi.

Mas viria a ser Marega a marcar, num grande golo, aos 73 minutos, marcando para a Liga, quatro meses depois. Alex Telles lançou o maliano na esquerda, Marega 'picou' a bola com o pé esquerdo sobre Ricardo Ferreira e fez o 2-0. Era o seu 8.º golo na I Liga, o primeiro nesta segunda volta da prova, ele que não marcava desde dezembro de 2018, (golo ao Rio Ave). Os 'dragões' conseguiam um resultado que lhes dava mais tranquilidade.

Já com Wellington e Ruster em campo (Henrique tinha entrado na primeira parte no posto do lesionado Rúben Fernandes), a equipa de António Folha tentou voltar à discussão do jogo, tentando marcar um golo que os pudesse catapultar para outro resultado. Jackson Martinez continua a espalhar classe, apesar de todas as debilidades físicas.

Numa altura em que já se esperava o apito final, Herrera fez o 3-0 aos 93 minutos, depois de uma grande defesa de Ricardo Ferreira, a cabeceamento de Militão, após canto.

Resultado pesado para  o Portimonense, que somou o quarto jogo sem vencer, naquela que foi a terceira derrota seguida. Já os 'dragões, ganham moral para o jogo de quarta-feira frente ao Liverpool, onde vão tentar inverter a derrota de 0-2 sofrida na primeira-mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões.

Veja o resumo do jogo

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.