O FC Porto venceu, esta terça-feira, o SC Braga por 3-0, em jogo da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, disputada no Estádio do Dragão. Alex Telles, na conversão de uma grande penalidade (37’), Tiquinho Soares (63’) e Brahimi (94') fizeram os golos da noite. A segunda mão da eliminatória disputa-se a 2 ou a 3 de abril.

Quanto à equipa inicial do FC Porto, Sérgio Conceição não mexeu muito no onze que venceu (3-0) o Tondela na passada sexta-feira, mas no banco houve várias novidades. Fabiano, habitual titular na Taça, voltou ao onze, por troca com Casillas que ficou no banco de suplentes. Éder Militão, que falhou o jogo com o Tondela por questões disciplinares, também foi suplente, tal como Brahimi e Soares, que cumpriu castigo na última ronda. O brasileiro entrou no arranque do segundo tempo. Destaque ainda para a inclusão de Marega nos eleitos. O maliano parece estar recuperado de uma rotura muscular, numa fase crucial da época, tendo ficado o jogo todo no banco de suplentes.

A partida, com mais de 30 mil espectadores nas bancadas do Dragão, começou morna, sem grandes ideias dos dois lados, até que, aos 32 minutos, João Pinheiro assinalou falta de Marafona sobre Herrera na grande área bracarense. O árbitro foi ele mesmo verificar as imagens e manteve a decisão. Na conversão, o brasileiro Alex Telles bateu com força, bola para um lado, guarda-redes para o outro.

Já no segundo tempo, com Soares a substituir Fernando Andrade, o avançado brasileiro foi o responsável por aumentar a vantagem do FC Porto aos 63 minutos. Otávio cruzou na direita, Claudemir fez um pequeno desvio e Soares, ao segundo poste, desviou subtilmente para o poste mais distante.

À entrada para os últimos dez minutos, Sérgio Conceição lançou Danilo no jogo. O médio internacional português lesionou-se frente ao Vitória de Setúbal, no passado 17 de fevereiro, em jogo correspondente à 22.ª jornada. A última substituição do treinador portista foi a de Adrián López por Brahimi, ele que se lesionou na visita a Roma (12 de fevereiro), na primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões.

Já para lá dos 90 minutos, foi o próprio Brahimi que fechou as contas no Dragão, e com um golaço. Óliver cruzou e Brahimi fez, com um remate forte e colocado, o último golo da noite, sem hipótese para Marafona.

Os portistas somaram o 32.º triunfo da época, em 41 jogos, enquanto o SC Braga contabilizou a terceira derrota consecutiva, cenário que não vivia desde o final da época 2016/17, na transição de Jorge Simão para Abel Ferreira.

Na outro meia-final, o Benfica está em vantagem, depois de ter batido em casa o Sporting por 2-1.

De recordar que, no próximo sábado (20h30), o FC Porto recebe o Benfica para 24.ª jornada da I Liga.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.