A direção da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) proibiu a realização de 'transferências ponte' no futebol português, segundo avança a imprensa nacional.

A decisão surge depois da FIFA ter decretado o fim dessas transferências. Dessa forma os emblemas terão de contar com um jogador contratado pelo menos 16 semanas antes de voltar a ser negociados.

Assim, os jogadores passam a ficar nos clubes pelo menos até à janela de transferências seguinte.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.