O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol vai deduzir acusação contra quatro agentes desportivos, na sequência do processo Jogo Duplo.

Avança a imprensa portuguesa desta quarta-feira que João Carela e Hugo Guedes 'Moedas' (na altura dos factos eram jogadores da Oliveirense), Gustavo Oliveira (empresário e ex-jogador da Sanjoanense) e Abel Silva (campeão do Mundo de sub-20 em Riade) foram acusados de corrupção desportiva, manipulação e viciação de resultados envolvendo apostas desportivas pelo CD da FPF.

O processo diz respeito a factos que se terão passado na temporada de 2015/16, quando os acusados terão ajudado uma organização criminosa da Malásia em esquemas de 'match fixing'.

Depois da acusação, abre-se a fase da defesa.

A leitura da sentença do processo 'Jogo Duplo ' nos tribunais comuns está marcada para 18 de junho, após o término das alegações finais, feitas a 14 de janeiro.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.