No Blog Geração Benfica, Rui Gomes da Silva teceu duras críticas a Luís Filipe Vieira na sequência da polémica em torno da liderança da Liga de Clubes.

"De jantar em traição e de traição em jantar, dizendo em cada lado o que cada lado queria ouvir, chegamos a mais um “entroncamento do futebol”, em que o Benfica, em vez de defender os seus interesses, é peão dos jogos dos outros “senhores da guerra", crítica o candidato à presidência do Benfica.

"Proença passou de inimigo figadal a grande aliado e, agora, de novo, a inimigo! Porquê tanta instabilidade, tanta oscilação? Por uma razão simples: porque não há, no Benfica de hoje, qualquer estratégia e, muito menos, qualquer pensamento!", acrescentou.

Recorde-se que na base da contestação ao ex-árbitro esteve a carta dirigida por Pedro Proença ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e outra de igual teor enviada ao Governo, na qual o presidente da Liga de Clubes sugeria que os responsáveis do Estado exercessem a sua influência com vista a que as operadoras de televisão permitissem a transmissão de jogos em sinal aberto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.