Avança o jornal Público, que há mais três arguidos no processo 'CashBall. Isto depois de na quinta-feira terem sido conhecidas as medidas de coação aplicadas a quatro dos arguidos.

De acordo com a referida publicação, os novos arguidos serão três agentes desportivos ligados ao andebol que estão acusados de corrupção passiva. Contudo, não são especificados nomes.

Recorde-se que André Geraldes, diretor desportivo do futebol do Sporting, ficou com termo de identidade e residência, tendo saído em liberdade mediante o pagamento de caução de 60 mil euros. Ficou também proibido de exercer funções desportivas. Paulo Silva, intermediário e o denunciante do caso, também com termo de identidade e residência, ficou proibido de prestar declarações à comunicação social.

João Gonçalves e Gonçalo Rodrigues ficaram também sujeitos a termo de identidade e residência.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.