O antigo diretor desportivo do Al Nassr, Hélder Cristóvão, falou sobre a proposta do clube saudita a Jonas, e confirmou as razões que levaram o avançado brasileiro a declinar a saída do Benfica.

Em entrevista ao jornal A Bola, Hélder Cristóvão recordou os motivos que levaram Jonas a recusar uma proposta do Al Nassr em janeiro de 2019.

"Jonas não foi para o Al Nassr porque não quis. Ele sabe disso. Falámos várias vezes", começou por dizer o antigo jogador do Benfica e ex-diretor desportivo do emblema saudita.

"Jonas não mente. A mulher estava grávida, não queria mudar para um país com cultura diferente, sentia-se bem no Benfica. E, sinceramente, não é fácil sair do Benfica", acrescentou Hélder Cristóvão.

Sobre a prestação de André Carrillo no futebol saudita, Hélder Cristóvão teceu rasgados elogios ao jogador do Benfica cedido por empréstimo ao Al Hilal, mas frisou desconhecer qualquer interesse do Al Nassr na sua contratação.

"O interesse do Al Hilal [em Carrillo] é normal, porque foi, seguramente, dos jogadores mais importantes da equipa. Está adaptado a um campeonato competitivo, em que se joga muito rápido, e onde é difícil acertar os momentos de jogo. Consegue fazer a diferença. [Sobre o ] Interesse do Al Nassr desconheço", sentenciou o antigo defesa central do Benfica.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.