João Mário foi entrevistado no programa Futebol Total no Canal 11, onde abordou a experiência de trabalhar com Jorge Jesus no Sporting.

"Ele potenciou todo o meu talento e não é à toa que custei 40 milhões. Aprendi muito com ele, tanto que quando cheguei ao campeonato italiano, em que tens que estar muito preparado taticamente, nunca me apontaram isso", começou por dizer.

Ainda assim o jogador revela que passou algumas dificuldades com o técnico português.

"Ele gosta que as equipas joguem de olhos fechados, e no início não entendíamos muito bem, porque vínhamos de uma filosofia diferente. O Marco Silva gostava muito de atacar. O Jorge Jesus gosta de atacar bem e nós queríamos atacar sempre, mas depois percebemos a questão das compensações", atirou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.