João de Deus voltou a elogiar as qualidades dos jogadores cabo-verdianos que militam em Portugal. O atual treinador do Gil Vicente e ex-selecionador dos Tubarões Azuis pede mais oportunidades aos cabo-verdianos para que possam mostrar o seu potencial.

«Acho que o jogador cabo-verdiano, por natureza, é um jogador com um potencial enorme. Naturalmente que em Cabo Verde não existem, se calhar, tantos potenciais craques como existem por exemplo no Gana ou na Nigéria o que é normal, os países também são diferentes, a nível da população. Potencialmente existem belíssimos jogadores. Carecem de oportunidades e de possibilidade de experimentar novas realidades», afirmou o técnico dos gilistas ao SAPO Desporto.

Fruto desse reconhecimento, o Gil Vicente tem no atual plantel quatro jogadores cabo-verdianos, sendo que três deles transitam da temporada passada: O guarda-redes Ivan, de 17 anos, o defesa central Peck´s, de 20 anos, o extremo Brito de 25 anos, a que se junta o avançado Ely, de 22 anos, proveniente do Fátima.

O atual treinador do Gil Vicente sublinhou a ascensão de Cabo Verde no futebol africano, fruto de uma política da federação que tem apostado na formação de treinadores.

«Tem-se verificado nos últimos cinco seis anos, um êxodo muito grande do jogador cabo-verdiano para a Europa e sobretudo para Portugal. E isso não acontece por acaso, acontece porque cada vez mais as pessoas estão atentas à qualidade do jogador e essa qualidade do jogador é também fruto do bom trabalho que se tem feito ao nível federativa na formação dos treinadores», sublinhou, afirmando, que a tendência é haver cada vez mais jogadores cabo-verdianos em Portugal, o seu principal destino.

«Naturalmente, do meu ponto de vista, continuarão a chegar ao nosso país bons jogadores de Cabo Verde e a tendência é para aumentar porque aumentam o número de praticantes, aumenta a qualidade do processo de treino, fruto do incremento da qualidade dos treinadores em Cabo Verde e portanto isso acaba por ser um efeito bola de neve e vamos estar sempre a aumentar esse potencial e esta qualidade de jogadores que vai vindo», disse João de Deus.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.