O Moreirense recebeu e venceu hoje o Boavista por 1-0, no jogo que fechou a 29.ª jornada da I Liga de futebol, resultado que permite aos 'cónegos' distanciarem-se quatro pontos da zona de despromoção.

O golo de Ângelo Neto, aos 52 minutos, permitiu à equipa de Moreira de Cónegos vencer os 'axadrezados', triunfo que deixa o Moreirense respirar um pouco de alívio na luta pela manutenção, enquanto o Boavista fica mais longe da luta pela vaga na Europa.

A vitória permitiu ao Moreirense subir ao 14.º lugar com 28 pontos, os mesmos de Vitória de Setúbal (13.º) e Paços de Ferreira (15.º) e mais quatro do que o Feirense, 17.º e primeira equipa abaixo da linha de despromoção, sendo que o Boavista é sétimo com 37, a seis de Rio Ave e Marítimo, quinto e sexto classificados, respetivamente.

No final do jogo, o treinador do Boavista não escondeu a sua insatisfação pelo resultado obtido em Moreira de Cónegos.

"Esta é uma derrota difícil de aceitar. Se na primeira parte o jogo foi pautado por algum equilíbrio, mesmo tendo falhado uma grande penalidade, na segunda parte só deu Boavista, praticamente jogamos sempre no meio-campo do Moreirense, que apenas teve uma oportunidade no lance do golo, com um remate com mérito", começou por dizer Jorge Simão.

"Nós criamos três, quatro, cinco oportunidades claríssimas, mas não fizemos o golo e o resultado acabou por ser penalizador. Nós tentamos de todas as formas, pela direta, esquerda e meio", acrescentou o técnico do Boavista em declarações à Sport TV.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.