Depois do nulo frente ao Moreirense, que colocou ponto final a quatro vitórias consecutivas na I Liga portuguesa, o ambiente terá 'aquecido' no balneário dos 'leões', com uma acesa discussão entre Marcos Acuña e Jovane Cabral.

Segundo adiante o jornal Record e outros órgãos de imprensa desportiva, o argentino terá repreendido Jovane Cabral após o apito final, apontando o dedo ao atacante devido a algumas ações deste durante o encontro em Moreira de Cónegos.

A partir daí, terá nascido a discussão, com Jovane a não gostar das acusações que lhe foram feitas pelo colega, que apontou a sua pouca solidariedade no capítulo defensivo, e Acuña a não gostou da resposta que Jovane lhe deu. Perante os ânimos mais exaltados, terá valido a intervenção de vários outros jogadores, que seguraram Acuña, evitando assim males maiores.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.