O médio Kanya Fujimoto foi emprestado pelos japoneses do Tokyo Verdy ao Gil Vicente, numa cedência válida por uma temporada e com opção de compra, anunciou hoje o clube da I Liga portuguesa de futebol.

“O Gil Vicente e o Tokyo Verdy chegaram a acordo para a transferência do médio Kanya Fujimoto”, lê-se numa nota publicada pela formação de Barcelos nas redes sociais.

O médio canhoto contabilizava um golo em sete aparições na terceira época consecutiva pelo Tokyo Verdy, 12.º classificado da II Liga japonesa, através do qual se formou para o futebol e alcançou presenças constantes nas seleções jovens daquele país asiático, ao ponto de ter sido titular duas vezes no Mundial sub-20 de 2019, na Polónia.

Kanya Fujimoto, de 21 anos, é o primeiro reforço anunciado pelos minhotos, que já tinham confirmado a saída do guarda-redes Wellington Luís e o fim das cedências do ex-colega de setor Bruno Diniz, do defesa Arthur Henrique, do médio Bozhidar Kraev e dos avançados Sandro Lima, Yves Baraye e Zakaria Naidji.

O Gil Vicente oficializou o treinador Rui Almeida como sucessor de Vítor Oliveira, que conduziu os ‘galos’ a uma campanha tranquila na I Liga em 2019/20, culminada na 10.ª posição, com 43 pontos, 10 acima da zona de despromoção, numa época marcada pelo regresso administrativo à elite, a partir do Campeonato de Portugal, após o ‘caso Mateus’.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.