Bruno Lage, treinador do Benfica, fez esta sexta-feira a antevisão ao jogo frente ao Moreirense, partida da sexta jornada do campeonato nacional.

Durante a conferência de imprensa, o técnico foi questionado sobre o gesto de Seferovic na partida frente ao Leipzig quando marcou o golo - mandou calar os críticos com o dedo em posição de silêncio. Lage salientou que o jogador tem de aprender a conviver com este tipo de situações, mas sublinhou que os jogadores têm uma pressão muito grande sobre os ombros.

"É uma situação com a qual ele tem de aprender a viver. Ainda não falei com ele sobre o assunto. O que eu sinto é que olhamos para ele e ele parece uma pessoa fechada, para o público. Mas não, é um indíviduo muito tranquilo, que em termos pessoais está a viver um momento muito bom. Acabou de ser pai. Os adeptos têm um carinho muito grande por ele", começou por dizer o técnico.

O treinador do Benfica referiu que "o gesto de Seferovic não é tanto para os adeptos", e  justificou gesto de Seferovic com "empregado do mês que queima batatas"

"O gesto do Seferovic não é tanto para os adeptos. Estive ao lado dele na conferência e também tenho as minhas opiniões. É claro que é uma reação que não deve ter para os adeptos e para ninguém, mas este é o momento em jeito de brincadeira que foi o empregado do mês e depois levou, por queimar as batatas, uma 'dura' do chefe. Há que olhar para o que ele dá à equipa e os golos que ele consegue marcar na nossa liga", sublinhou.

Bruno Lage frisou ainda que o helvético "tem de aprender a conviver com a crítica" e "os adeptos também têm de perceber a pressão que recai sobre os jogadores".

O técnico foi ainda questionado sobre se sentiu Seferovic mais ansioso por causa da falta de golos - suíço marcou apenas dois esta temporada.

"Nunca senti ninguém ansioso. Estamos cá para trabalhar e dar confiança aos nossos jogadores. Primeiro a responsabilidade que todos têm em representar o Benfica e ansiedade normal do que é cada um de nós querer fazer o seu melhor. Responsabilidade, controlo emocional. Todos nós queremos fazer o nosso melhor e isso tem que ser a base para todos os jogos", concluiu.

O Benfica defronta o Moreirense, às 20h30 de sábado, no estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.