O FC Porto, líder isolado da I Liga portuguesa de futebol, visita o Paços de Ferreira, numa 29.ª jornada em que o Benfica, segundo posicionado, joga pressionado no terreno do Marítimo.

Depois de na ronda anterior ter vencido o Boavista (4-0) e beneficiado da derrota do Benfica frente ao Santa Clara (4-3), o FC Porto entra para esta ronda com três pontos de vantagem sobre as ‘águias’, visitando um Paços de Ferreira (12.º), que venceu três dos quatro encontros que realizou após a paragem causada pela covid-19.

Sem poderem contar com Sérgio Oliveira, castigado, e Marcano, lesionado, os ‘dragões’ visitam na segunda-feira um terreno onde perderam na última temporada e não vencem há três temporadas para o campeonato.

Vindo de uma derrota caseira e com apenas dois triunfos em 12 encontros, o Benfica chega a esta ronda pressionado e após alguns dias em que foi noticiada uma possível saída de Bruno Lage do comando técnico, que, para já, não se confirmou.

A três pontos do FC Porto e com desvantagem no confronto direto, as ‘águias’ estão proibidas de perder mais pontos, num encontro em que não vão poder contar com Ruben Dias e Gabriel, castigados, e Grimaldo, lesionado, estando ainda em dúvida Jardel, que falhou os últimos encontros por lesão.

O encontro do Funchal, onde o Marítimo, 16.º e primeiro acima da ‘linha de água’, ainda não perdeu após a retoma, começa antes da partida de Paços de Ferreira, sendo que o Benfica apenas venceu uma vez nas últimas três épocas nos Barreiros.

Na luta pelo terceiro lugar, que deve dar acesso direto à Liga Europa, o Sporting procura manter a vantagem de dois pontos sobre o Sporting de Braga, recebendo na quarta-feira, no último encontro da ronda, um tranquilo Gil Vicente, 11.º classificado, nove pontos acima da zona de despromoção.

Os barcelenses apenas venceram uma vez nas visitas a Alvalade, em 2002/03, numa temporada em que eram igualmente treinados por Vítor Oliveira, que vai regressar ao banco, depois de ter cumprido castigo.

O Sporting de Braga, motivado pela primeira vitória pós-retoma, frente ao ‘vizinho’ Vitória de Guimarães, visita na terça-feira o Rio Ave, sexto classificado, a quatro pontos dos bracarenses e apenas a um ponto do Famalicão, quinto classificado e que ocupa o último lugar de acesso à Liga Europa.

O surpreendente Famalicão recebe no mesmo dia o Portimonense, 17.º e penúltimo classificado, a quatro pontos da zona de manutenção.

A derrota em Braga deixou o Vitória de Guimarães na sétima posição, a cinco pontos do Famalicão, precisando de vencer o Vitória de Setúbal, 13.º, seis pontos acima da ‘linha de água’, para se manter na luta pela Liga Europa.

O lanterna-vermelha Desportivo das Aves não vence há nove encontros e pode até mesmo ver confirmada a descida caso não vença o tranquilo Moreirense (nono) – a descida dependerá sempre de resultados das primeiras equipas acima da zona de despromoção.

Cinco pontos acima da zona de manutenção, o Tondela, 15.º, visita na quarta-feira o Belenenses SAD, que está um ponto e um lugar acima dos viseenses.

A ronda abre no domingo, com a receção do Boavista, 10.º classificado, ao Santa Clara, oitavo, duas equipas que têm a manutenção praticamente assegurada.

Programa da 29.ª jornada:

- Domingo, 28 jun:

Boavista - Santa Clara, 21:00

- Segunda-feira, 29 jun:

Desportivo das Aves - Moreirense, 17:00

Marítimo - Benfica, 18:00

Paços de Ferreira - FC Porto, 21:15

- Terça-feira, 30 jun:

Famalicão - Portimonense, 17:00

Vitória de Guimarães - Vitória de Setúbal, 19:15

Rio Ave - Sporting de Braga, 21:15

- Quarta-feira, 01 jul:

Belenenses SAD - Tondela, 19:00 (Cidade do Futebol)

Sporting - Gil Vicente, 21:15

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.