Luisão, Jonas e Salvio estiveram à conversa com Luís Filipe Vieira na BTV e recordaram alguns dos momentos que passaram com a camisola do Benfica. Os brasileiros contaram a história de uma briga que só ficou resolvida a caminho do Brasil.

"Estávamos a jogar na Luz e a ganhar por 2 ou 3-0. O Jonas perdeu a bola lá na frente, eles atacaram e eu tive de fazer uma falta perto da área. Discuti com o Jonas aí. Depois tivemos de ir na mesma carrinha para o aeroporto, íamos apanhar o voo para o Brasil para o Natal. Parecíamos duas crianças sem conversar, só fizemos as pazes quando parámos para jantar um bife. Demos um abraço mas os amigos também brigam", admitiu Luisão.

"Com o Luisão dentro de campo não há amizade. Transforma-se e por isso é que vai ser sempre o eterno capitão. Nesse jogo falhei uns golos e errei esse domínio de bola, deu contra-ataque. Eu desci para defender mas levei uma bronca dele, nossa senhora… Fiquei sem chão, chamou-me tudo o que era nome. E eu só pensava que com tanta amizade podia ter sido um bocadinho mais leve. Na carrinha para o aeroporto ficou cada um do seu lado e só depois resolvemos as coisas. A amizade é maior do que tudo, mas eu levava muitas broncas do Luisão e ele estava quase sempre certo", confessou Jonas.

Recorde-se que Luisão e Jonas partilharam o balneário no Benfica entre 2014 e 2018 - altura em que o central brasileiro terminou carreira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.