Giorgi Makaridze recorreu as redes sociais para pedir desculpas pelas declarações proferidas na noite desta sexta-feira, depois do empate a zero bolas entre o Vitória de Setúbal e o Portimonense, sublinhando que "as questões pessoais não podem ser colocados à frente das coletivas"

O guarda-redes dos sadinos disse, na flash Interview, que preferia "não perder com o Benfica [próximo adversário da equipa] e perder todos os outros jogos" do campeonato.

"Tenho a consciência de que as questões pessoais nunca poderão ser colocadas à frente das coletivas. Peço desculpa a todos os meus companheiros, equipa técnica, staff, Direção e adeptos.

O Vitória FC pode orgulhar-se de ter grandes profissionais, sérios, honestos, competentes, e que todos os dias lutam para dignificar esta Enorme instituição. Entramos em todos os jogos com o objetivo de vencer e com a missão de dignificar sempre a cidade, a região e a grandiosa história deste clube, seja com que adversário for. Contamos com todo o vosso", escreveu o guarda-redes georgiano no Instagram.

Também este sábado, em nota enviada à imprensa, Paulo Gomes, presidente do Vitória de Setúbal, sublinhou que o emblema sadino não se revia nas declarações do seu guarda-redes, proferidas logo após o empate frente ao Portimonense, na sexta-feira. Paulo Gomes esclarece que se trata de uma questão pessoal do jogador.

Nota de Imprensa do presidente do Setúbal

"Na sequência das (infelizes) declarações do jogador Giorgi Makaridze no final do jogo desta sexta-feira, frente ao Portimonense, apraz-me esclarecer:

1. Fiquei totalmente perplexo e surpreendido com as palavras do jogador e abordei-o de imediato no sentido de perceber o que tinha acabado de acontecer;

2. O mesmo sentimento foi partilhado por todos os seus companheiros de equipa e restante estrutura do futebol profissional, que não se reveem naquele tipo de declarações;

3. Tratou-se de uma situação pessoal, muito infeliz, fora do tempo indicado e sem o mínimo sentido;

4. O Vitória FC respeita todos os clubes de igual forma e entra em todos os jogos com o objetivo de vencer, independentemente do adversário.

5. O jogador já se retratou junto dos companheiros, staff e Direção, assumindo as responsabilidades pelo ato irrefletido.

O Presidente do Vitória Futebol Clube Paulo Gomes"

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.