A cumprir a primeira temporada no futebol europeu, Agustín Marchesín mantém-se atento ao campeonato mexicano. Em entrevista à TUDN, o guarda-redes do FC Porto admitiu que pensa em voltar ao América, clube que o vendeu no último verão e no qual conquistou vários títulos.

"Gostava de voltar ao América, principalmente porque jogávamos bem e eu dava-me bem com todos: a liderança, os adeptos, colegas e funcionários do clube. Obviamente que quando se está num sítio em que se é tão bem tratado, a intenção é voltar e ter uma segunda oportunidade", afirmou o guardião argentino.

Ainda assim, Marchesín fez questão de frisar que este regresso não está nos planos a curto prazo.

"Sei que regressar neste momento é difícil. É uma equipa muito grande e é preciso ter atenção ao momento. Estão bem servidos com o Memo [Ochoa], um ídolo nacional e tenho a certeza que ainda tem muitos anos pela frente. Ele merece isso como jogador e como pessoa, ele é excepcional", elogiou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.