O Sporting de Braga alcançou ao final desta tarde de sábado a primeira vitória na liga portuguesa 2012/2013, ao bater o Beira-Mar por 3-1, num jogo marcado pela superioridade bracarense mesmo com a gestão feira por José Peseiro a pensar na Liga dos Campeões.

O jogo começou “morno” e com o Sporting de Braga pouco afoito na procura do golo, como lhe competia. O Beira-Mar estava confortável e sempre que podia espreitava o ataque à baliza de Quim.

O golo era o que se precisava para mudar e foi Rúben Micael a sacudir a monotonia. Aproveitando uma avenida no corredor central, o médio subiu com a bola e foi feliz no chapéu a Rui Rego, já que a bola bate em Hugo e deixa o guarda-redes sem hipótese de defesa.

O Braga chegava à vantagem com 27 minutos decorridos e sem muito fazer por isso. Mas o golo teve realmente o condão de acordar os guerreiros e aos 33’ já Rúben Micael fazia novamente o gosto ao pé, desta vez a concluir com um remate potente uma assistência de Carlão depois de alguma indefinição da defesa do Beira-Mar.

Em poucos minutos o Braga resolvia o que parecia complicado e esperou pacientemente o apito de Paulo Baptista para o intervalo.

Com o recomeço nada de novo. O Braga agradado com o resultado e já a gerir forças para Udine e o Beira-Mar à procura de reentrar no jogo, mas sem sucesso a chegar à baliza à guarda de Quim.

Aos 60’ voltou a ser Rúben Micael a estar próximo do golo, depois de uma jogada em que a bola passou por toda a frente de ataque arsenalista, mas desta feita, Rui Rego ganhou o duelo com o internacional português.

A grande oportunidade do Beira-Mar na segunda parte surgiu por Nildo, com um remate cheio de intenção que ia apanhando desprevenido Quim. O aveirense tentou o chapéu ao guarda-redes português, mas a bola saiu ligeiramente ao lado.

O Sporting de Braga tinha o jogo controlado e em clara superioridade o terceiro golo surgiu com naturalidade, por Ruben Amorim. Nuno André Coelho centra milimetricamente e Rúben Amorim conclui na grande área de pé direito.

Já depois dos 90', num remate de raiva, Nildo acabou mesmo por marcar, em mais uma bomba disparada de fora de área e que nem Quim nem a trave da baliza conseguiram parar. Estava feito o tento de honra dos aveirenses na Pedreira.

Com esta vitória, o Sporting de Braga alcança os primeiros três pontos na liga e parte com confiança redobrada para Udine, onde na quarta-feira procurará, frente à Udinese, atingir a fase de grupos da Liga dos Campeões. 

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.