O Ministério Público pediu esta quinta-feira a suspensão do processo crime contra Wendel, que esta quarta-feira foi apanhado a conduzir sem carta de condução, numa fiscalização de rotina, num momento em que ia com a esposa e outros familiares.

Este pedido baseia-se no facto do jogador do Sporting não ter antecedentes criminais e resultou de um inquérito que durou cerca de uma hora. O processo segue agora para o juíz de instrução criminal do Tribunal do Barreiro.

O Tribunal tem entre oito a dez dias para revelar uma decisão: ou concorda com o Ministério Público e suspende o processo crime ou propõe outra sanção para o médio brasileiro.

A sanção a Wendel pode passar pelo pagamento de uma multa, trabalho voluntário ou inscrição numa escola de condução em território português, visto que o jogador não possuí carta de condução em Portugal.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.